2 de abril de 2010

United States Of Tara

Estreou em fevereiro no Brasil a série United States Of Tara.
Acabo de assistir a primeira temporada e super recomendo!
A série traz o drama vivido por Tara que sofre de transtorno dissociativo de identidade, traduzindo, Tara tem múltiplas personalidades.
Essas outras personalidades aparecem sempre que Tara passa por algum estresse ou qualquer situação que mexa com seu psicológico, a transição é completamente involuntária.

A série se encaixaria na categoria dramédia, as situações em que Tara se vê envolvida devido à doença podem ser tanto engraçadas - hilárias até - quanto tristes e dramáticas.


Tara                           T.                                  Buck                       Alice 


Tara, trabalha pintando murais em casas de peruas, gosta de seu trabalho e ama sua família. É divertida, inteligente e determinada.
T., Adolescente de 16 anos. Os melhores adjetivos para ela seriam: inconsequente, selvagem e tarada.

Sempre que aparece parte pra cima de Max, marido de Tara. Mas elas não são a mesma pessoa? Qual seria o problema? Não é bem assim… Tara e Max tem um acordo a respeito de sexo com ‘as outras’.
Buck, Veterano – sim veteranO – da Guerra do Vietnã. Faz o estilo machão estúpido e ignorante.
Mas a essência de Tara ainda está em seu bondoso coração.
Está sempre disposto a defender a família de Tara.
Alice, Devotada dona de casa. Fiel às tradições religiosas, à família, às boas maneiras, ótima cozinheira.

Carinhosa, prestativa, está sempre ali para ter uma boa conversa. Loucamente apaixonada por Max, sonha em ter um filho com ele.


O drama de Tara toma conta da série mas não é a única história. Os personagens de sua família tem tramas paralelas que tornam a série ainda mais interessante.
Max, marido de Tara, não tem uma vida pessoal, se dedica integralmente à esposa.
Kate, filha de Tara, vive a típica fase da adolescência, rebelde sem causa, vive às voltas com histórias que envolvem namoro, dinheiro e sexo - Kate tem 15 anos e já tem sua vida sexual ativa, moderninha a série não?
Marshal, filho de Tara, responsável, carinhoso, compreensivo, bom aluno. Sua trama envolve um romance homossexual - ele tem apenas 14 anos e sua orientação sexual é bem aceita por toda a família, é... moderna demais! Pode causar estranheza em muitos.
Charmaine, irmã de Tara, devido à atenção demandada por Tara e seus problemas, acabou sendo sempre o patinho feio da família. Solteira, insegura, às vezes acredita que a irmã finge o problema para fugir da realidade e chamar atenção.


Em se tratando de roteiro, a série é um prato cheio.
Mas se formos falar de atuação... é simplesmente fantástica! O destaque especial vai obviamente para Toni Collette, que interpreta Tara com perfeição, afinal uma personagem que é 4 em 1 demanda talento para não cair no caricato. O papel já rendeu a Toni Collette o Globo de Ouro e o Emmy de melhor atriz.


Nos Estados Unidos a série já está em sua segunda temporada.
No Brasil a primeira temporda é transmitida pelo canal Fox nas segundas às 22h.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails